tema

dissertação sobre:

Embarcações tradicionais da ria de Aveiro: análise formal, desenho e processo construtivo

mestrado em design da Universidade de Aveiro

ano 2008|2009

orientação:   Drº Paulo Frade e Arquitecta Cláudia Albino

aluna:   Etelvina Almeida

Responses

  1. olá etelvina
    tenho visitado regularmente o site que continua excelente
    hoje venho só desejar umas boas festas e um ano com bons ventos para esta empreita
    rui

    • Olá Rui,

      Agradeço as suas visitas e retribuo os votos de Boas Festas!

      Cumprimentos,
      Etelvina

  2. Parabéns,

    Este cabeçalho é de meu inteiro agrado: fresco e colorido. Será que a nossa população (a grande maioria) tem consciência da beleza que nos rodeia? Talvez não, por tudo ser muito próximo.
    A propósito: já alguma vez teve conhecimento que os moliceiros e outros barcos da Ria nem sempre tiveram toda esta elegância? Eu creio que houve um aprimorar dos construtores e decoradores cujo resultado está à vista. Originalmente todas as embarcações seriam mais toscas e menos esbeltas como o mosram algumas fotografias mais antigas. Também se compreeende os fins e os meios são outros que os de então.

    Cumprimentos

    João Marçal

    • Srº João Marçal,

      Agradeço o seu comentário a este blog.
      A nossa ria e as suas embarcações oferecem uma rara beleza à população ribeirinha e aos seus visitantes.

      Eu creio que as pessoas desfrutam dessa beleza, mas não a valorizam como deveriam, nomeadamente as instituições a que respeita a conservação desse património natural, no âmbito do domínio hídrico e naval.

      cumprimentos,
      Etelvina Almeida

  3. Não esqueça o VOUGA…. e da sua vela de caragueja antes da marconi… ainda velejei num desses vougas antigos no principio dos anos 60 na Costa Nova…

    • Srº António,

      Muito obrigada pela sua participação neste blog.
      Os seus comentários são sempre bem vindos.
      Não esquecerei a embarcação de recreio Vouga. Apesar de se tratar de um barco de recreio julgo tratar-se de um das embarcações tradicionais da Ria de Aveiro.
      Cumprimentos,
      Etelvina Almeida

  4. Cara Etelvina
    Obrigado pela visita à Lagoa de Mira, e parabéns pelo trabalho que está a desenvolver em prol das nossas “barcas” entre outras embarcações tradicionais.
    Cumprimentos

    • Obrigada João!
      Cumprimentos.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: