Publicado por: barcos na ria | 06/10/2014

As embarcações tradicionais da laguna necessitam de um olhar mais activo…


As embarcações tradicionais da laguna necessitam de um olhar mais activo…

Regata de Barcos Moliceiros do S.Paio da Torreira - 07-09-2014 Cais do Guedes. Arquivo pessoal

Regata de Barcos Moliceiros do S.Paio da Torreira – 07-09-2014
Cais do Guedes.

Regata de Barcos Moliceiros do S.Paio da Torreira - 07-09-2014 Barco Moliceiro "Zé Rito", o vencedor da Regata. Arquivo pessoal.

Regata de Barcos Moliceiros do S.Paio da Torreira – 07-09-2014
Barco Moliceiro “Zé Rito”, o vencedor da Regata.
Arquivo pessoal.

sobre…

Esta página foi criada há uns anos, ainda em âmbito de mestrado em design pela Universidade de Aveiro (http://etelvina.wordpress ), em Novembro de 2008. Recordo…

As embarcações tradicionais da laguna necessitam de um olhar mais activo e de uma acção urgente em prol da sua conservação e manutenção – já fazem parte de património material e imaterial identitário da nossa região que urge preservar.

Começa a ser preocupante a perda de um saber ancestral na área da construção naval tradicional. As memórias orais das gentes ribeirinhas são um testemunho a registar e um conhecimento a passar a uma geração de novos construtores navais. Conhecimento esse, que aliado às novas tecnologias construtivas, e ao envolvimento com grupos de trabalho na área do design, por exemplo, possam manter a tradição do saber lagunar, artesanal, criativo e intrínseco no nosso contexto actual.

Foi no âmbito do meu trabalho de pesquisa para MESTRADO EM DESIGN da UNIVERSIDADE DE AVEIRO, com o tema: EMBARCAÇÕES TRADICIONAIS DA RIA DE AVEIRO: ANÁLISE FORMAL – O DESENHO E O PROCESSO CONSTRUTIVO, que decorreu desde Novembro de 2008, a Novembro de 2012, que constatei que parte do nosso património lagunar se encontra em decadência e transformação fruto do abandono, desinteresse e falta de iniciativas, tanto de particulares como de organismos públicos.

Torna-se urgente intervir, divulgando e sugerindo, com o objectivo de estimular uma intervenção imediata por parte da comunidade e organismos públicos.

Contemos ainda a navegar, do pouco que resta, um património riquíssimo, único, que merece preservar e deixar às  gerações futuras – trata-se da nossa história, dos nossos usos e costumes. Este entes navegáveis contam-nas, transmitem-nas de uma forma sublime.

Etelvina Almeida, 06-10-2014

https://www.facebook.com/etelvina.almeida1
http://etelvina.wordpress etelvina69@gmail.com
info + 351 91 843 81 62

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: