Publicado por: barcos na ria | 31/08/2011

Regata de bateiras à vela – Festa do S.Paio da Torreira | 04-09-2010


Regata de bateiras à vela

Em inícios de Setembro realiza-se a tradicional regata de bateiras à vela, integrada nas Festas do S.Paio da Torreira e que conta com a participação de mais de 4 dezenas de embarcações.
Trata-se de um evento de rara beleza. Podem-se observar estas pequenas mas belas e coloridas embarcações a navegar à vela e desfrutar do espectáculo que oferecem os seus proprietários mostrando as suas perícias. É fascinante poder vislumbrar-se no horizonte dezenas de velas brancas, tal como pequenos cisnes na água.

As bateiras já se encontram no cais com mastros aguardando a regata. (arquivo pessoal)

Os proprietários içam as velas das suas embarcações. (arquivo pessoal)

As bateiras já com a vela içada aguardam a regata.

Mais algumas bateiras se juntam e os preparativos continuam... (arquivo pessoal).

Junto do local da partida já se encontram algumas bateiras preparadas.. (arquivo pessoal)

As embarcações já se encontram em manobras... (arquivo pessoal)

As bateiras em competição (arquivo pessoal).

Manobras arrojadas... (arquivo pessoal)

A bateira "Melrinha" de Pardilhó. (arquivo pessoal)

Etelvina Almeida, 31 de Agosto de 2011.

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.272868472724682.75603.100000045944704


Responses

  1. Olá cara Etelvina!
    Parabéns pelo seu blog e pelo seu trabalho! Depois de ter visto a descrição das várias embarcações, gostaria, se possível, que me esclarecesse uma dúvida.
    Devido às recentes criticas aos moliceiros das operadoras turísticas na ria de aveiro por cortarem ou alterarem as proas aos barcos, pensei que as dobradiças eram uma “invenção” de agora!
    Afinal, parece que me equivoquei, certo?
    As dobradiças sempre existiram no moliceiro?
    Obrigada e continuação de bom trabalho!

    • Boa noite Lucas,

      Segundo pude apurar em imagens antigas e em descrições a respeito do barco moliceiro de outrora, efectivamente as dobradiças já existiam. Lamento que tenham esquecido de fazer uso dessas ferragens para repôr a bica da proa após passarem pelas pontes – esquecimento, falta de sensibilização dos operadores…????
      Obrigado pelo seu comentário.
      Cumprimentos,
      Etelvina Almeida


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: