Publicado por: barcos na ria | 18/03/2011

“A Epopeia do Bacalhau” – 19 de Março de 2011


...

...

“A Epopeia do Bacalhau” – 19 de Março de 2011

A apresentação do livro “A Epopeia do Bacalhau”, realiza-se no dia 19 de Março de 2011, no Museu Marítimo de Ílhavo.

Esta obra é da autoria de Álvaro Garrido e David Lopes Ramos.

“Álvaro Garrido, professor universitário, também director do MMI, traça, na obra, a evolução histórica da pesca do bacalhau, descrevendo as vicissitudes desta actividade, os perigos, os métodos de pesca, a vida a bordo e a importância do bacalhau na economia portuguesa.

David Lopes Ramos reflecte sobre a importância deste peixe nos hábitos alimentares dos portugueses, apresentando as receitas clássicas do bacalhau.

Trata-se de uma edição profusamente ilustrada, sobretudo com iconografia do acervo do Museu Marítimo de Ílhavo. De tiragem numerada e limitada a 5.000 exemplares, contém seis selos com o valor facial de €3,45 da emissão filatélica Pesca do Bacalhau de 2000.
Edição bilingue. CTT – Correios de Portugal”

In “Museu Marítimo de Ílhavo – Nota Informativa nº 4, 17 de Março de 2011”

No mesmo dia realiza-se também a apresentação do estudo inédito de Mário Ruivo e A. Nunes de Oliveira Aparelhos e Métodos de Pesca à Linha usados na Frota Bacalhoeira Portuguesa (edição Câmara Municipal de Ílhavo/Museu Marítimo de Ílhavo)

“A pesca do bacalhau À linha com dóris de um só homem foi uma saga de heroísmos cruéis. O projecto cultural do Museu Marítimo de Ílhavo e a investigação empenhada em conhecer este “fenómeno total” têm permitido resolver uma memória que, em certos meios, teima em persistir fechada e mítica, conservadoramente épica.

Porque se trata de um documento inédito, escrito em finais dos anos cinquenta do século XX, optámos por não alterar o original, quer na grafia, quer nos desenhos e fotografias.

Por razões diversas, esta improvável aliança determinada por compromissos externos que a organização corporativa das pescas acabou por assumir para defender a política de abastecimento de bacalhau resultou num escrito a duas mãos que não chegou a ser publicado. Fazê-lo agora significa partilhar um documento de admirável realismo científico que exprime como poucos a íntima ligação dos aspectos humanos, técnicos e científicos da “grande pesca “ por homens e navios portugueses no Atlântico Norte.”

In “Museu Marítimo de Ílhavo – Nota Informativa nº 4, 17 de Março de 2011”

Links de interesse:

http://www.museumaritimo.cm-ilhavo.pt/

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/lazer/cultura/bacalhau-e-tema-para-serie-de-selos

http://www.portosdeportugal.pt/sartigo/index.php?x=4776

http://www.portosdeportugal.pt/sartigo/index.php?x=4776

http://caxinas-a-freguesia.blogs.sapo.pt/227400.html


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: