Publicado por: barcos na ria | 17/12/2010

O Pai Natal chegou numa bateira.


 

...

Hoje, dia 17 de Dezembro de 2010, as crianças da Pré-Escola do Jardim de Infância da Gafanha do Carmo, integradas no Agrupamento de Escolas da Gafanha da Encarnação, tiveram uma manhã diferente.

Uma manhã que prometia ser bem fria, a julgar pelas temperaturas mínimas que se faziam sentir pela madrugada, mas que ao final da manhã, pelas 11:30 horas, já o sol tinha aquecido um pouco e na ausência de vento, o tempo encontrava-se muito agradável.

Junto ao cais da Gafanha do Carmo, a ria estava pronta para receber o grande momento de ilusão e fantasia para estas crianças.

A maré subia suavemente e a água mantinha-se calma, e com a ajuda da luz suave do sol a ria transformava-se num espelho gigante, reflectindo a cor e forma das embarcações, do casario e vegetação envolvente. Reinava o silêncio e a ausência do ser humano oferecia uma grande tranquilidade.

Ao longe ouviam-se os primeiros ruídos das crianças que caminhavam pela estreita rua de acesso à ria. Eram cerca de 39 crianças acompanhadas por 2 Educadoras e 2 Assistentes Operacionais. Vinham atentas, na procura do tão anunciado Pai Natal – o Pai Natal tinha deixado uma carta na escola dizendo que viria entregar os presentes junto à Ria.

Na Ria, a uma grande distância da margem, já se avistava a embarcação movida à vara pelo próprio Pai Natal, trazendo um ajudante que auxiliava com uma pequena vara, servindo de remo.

Ao se aproximar da margem, ouviu-se o sino do Pai Natal e o alarido das crianças que gritavam incessantemente -“Pai Natal”, com toda a energia que tinham e um brilho nos olhos indescritível – que imagem maravilhosa a ilusão nos olhos de uma criança.

O Pai Natal ancorou a embarcação junto à margem, saiu e carregou nas suas costas os dois enormes sacos com os presentes de Natal que iria distribuir pelas crianças, soltando o tradicional “OH OH OH”!

As crianças deliraram com a aproximação do Pai Natal e reuniram-se à sua volta, dando-se início à distribuição dos presentes.

Algumas crianças ainda se sentiam inseguras, mas pouco a pouco começaram a recolher os presentes – a surpresa foi enorme e a real aproximação do Pai Natal deixou-os deslumbrados.

No final das entrega dos presentes, a pedido das educadoras, o Pai Natal acedeu a posar para a fotografia de grupo e para delírio das crianças, sentou-se com elas.

À saída, as crianças deram o seu adeus, gritando novamente “Pai Natal!”, com a mesma euforia com que o receberam. O Pai Natal acenou e dirigiu-se para a embarcação junto com o seu ajudante que já a afastava da margem com o auxílio da vara.

Tal como chegaram, saíram acenando e tocando o sino, deslizando lentamente pela ria com o auxílio da vara.

As crianças ficaram a vê-lo afastar-se e pouco a pouco foram-se agrupando para a partida, seguindo pela mesma rua, cantando canções de Natal. Alguns ainda viravam  a cabeça para trás acompanhado a embarcação que se ia perdendo de vista.

A meio do percurso, e com grande alegria, sentaram-se e abriram os seus presentes, cantando e rindo – mais uma visão maravilhosa, a alegria de uma criança após um momento de ilusão.

 

A vista desta embarcação transportando um Pai Natal pela ria foi um acontecimento inédito nesta localidade, e penso que o será em qualquer outra localidade ribeirinha – uma excelente ideia dos responsáveis da Pré-Escola.


 

A embarcação: trata-se de uma bateira caçadeira, com 5,80 metros, construída pelo carpinteiro Victor Domingues (o Caneira), na Gafanha do Carmo, no final da semana passada de nome – Sai da Frente”.


 

Link para o post: https://etelvina.wordpress.com/2010/11/28/construcao-de-uma-bateira-cacadeira-gafanha-do-carmo/


 

Agradeço ao Srº Victor Domingues por me permitir acompanhar a construção desta embarcação na sua carpintaria e por me ter informado antecipadamente sobre este acontecimento. Agradeço, ainda às responsáveis da Pré-Escola por permitirem fotografar o momento.


 

A identidade do Pai Natal fica na nossa imaginação… mas para ele e o seu ajudante, o Srº Joaquim, um BEM HAJA, pela sua disponibilidade e pelo seu empenho neste papel tão importante – alimentar a ilusão de uma criança. Afinal o Pai Natal existe!


 

Desejos de um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo de 2011.


 

 

Reportagem fotográfica e vídeo de Etelvina Almeida, 17 de Dezembro de 2010.


 

 

espelho de água

 

 

 

uma bateira ao longe...

 

 

duas bateiras caçadeiras

as crianças aproximam-se

ao longe já se avista o Pai Natal

 

 

as crianças avistam-no

e chamam: - Pai Natal!

O Pai Natal manobra a bateira com uma vara e traz consigo um ajudante.

já ansiosas...

  

O Pai Natal aproxima-se da margem...

atraca a bateira

 

  

e sai com dois grandes sacos com presentes

 

 
   

as crianças reunem-se à volta do Pai Natal

o Pai Natal entrega os presentes

O Pai Natal senta-se com as crianças para uma fotografia

um "urra" ao Pai Natal

e chega a hora da despedida...

o Pai Natal despede-se

e volta para a sua bateira

e num último adeus

segue viagem pela ria...

há quem deite um último olhar...

e lá regressam cantando a caminho da escola

mas sem antes pararem para abrirem os presentes

a alegria da pequena Beatriz!


Responses

  1. Através da poesia e sobretudo da fotografia cheguei a si e à reportagem da bateira com o Pai Natal! Cumprimento-a pela feliz ideia, pelo que veio a imprimir na memória dessas cianças. Tudo de bom para si. Isabel Amorim

    • Obrigada Isabel!
      Cumprimentos,
      Etelvina Almeida

    • Obrigada Isabel. Foi um enorme prazer presenciar esse momento, especialmente pela alegria, pela surpresa e entusiasmo que vi em cada rosto das crianças presentes.
      Cumprimentos,
      Etelvina Almeida

  2. Muitos parabéns por esta iniciativa, que envolveu uma embarcação tradicional com a sua construção para o efeito. Gostaria de saber se poderia ter acesso a imagens da construção da bateira, logo na parte inicial e durante as pinturas.
    Muito obrigado
    Luís Romão – Santarém

    • Boa tarde Luís,

      obrigada pelo comentário a este “post”

      Esta embarcação foi construída para navegar na Ria de Aveiro com licença para recreio.
      A ideia de aproveitar a embarcação para a entrega dos presentes do Pai Natal às crianças da Pré-Escola da Gafanha do CArmo, partiu da equipa de trabalho da escola, com a devida autorização do proprietário.
      O resultado foi excelente, tanto para as crianças como para os adultos presentes, pelo momento de excêntricidade que foi ver um Pai Natal a chegar numa bateira tradicional na Ria de Aveiro.
      Estas bateiras ainda fazem parte do quotidiano destas populações ribeirinhas, embora se apresentem com maiores dimensões e com novos meios de propulsão, o motor.
      Concorrem com estas, as novas embarcações construídas em fibra de vidro, que mantendo ainda semelhanças com a forma original, se destacam pela leveza e menores intervenções de manutenção, defendem os proprietários e construtores.

      No entanto a madeira, ainda se utiliza como matéria-prima de eleição para os mais conservadores, um material com o qual só os mais entendidos trabalham, conservando as velhas técnias de construção – os moldes e pau de pontos – reservado a alguns pouco mestres construtores de embarcações tradicionais, que herdaram a tradição, mas são muito poucos os que ainda as utilizam.

      Respondendo à sua pergunta sobre o acesso a outras imagens que recolhi durante a construção desta embarcação, efectivamente existem registos detalhados, mas como deve compreender não os posso ainda divulgar por me encontrar em fase de investigação, só o farei com o término da dissertação – 2011.
      No entanto, e sobre a imagem do início da construção, a que apresento no “post” sobre a construção da bateira, faz parte das primeiras fases de construção, foi somente a partir deste ponto que acompanhei o trabalho. Da fase da pintura, tenho poucos detalhes.

      link para a imagem:
      https://etelvina.wordpress.com/2010/11/28/construcao-de-uma-bateira-cacadeira-gafanha-do-carmo/img_2658_15x20_victor-6/

      Agradeço a sua atenção,
      Cumprimentos,

      Etelvina Almeida
      (aluna de mestrado em Design da Universidade de Aveiro)
      contacto pessoal: etelvina@ua.pt

  3. Juntar o útil ao agradável, é o que me sugere esta esplêndida intervenção Natalícia!
    A Ria, com toda a sua beleza, deixando deslizar pelas suas águas, a magia que alimenta o sonho das crianças, trazendo consigo, na bateira (elemento gerador do sustento de tantas famílias), o Pai Natal, é de facto, um acontecimento a que uma pessoa sensível como a Etelvina não poderia ficar alheia ou indiferente; pelo facto e pelo inédito da “reportagem” aqui deixo o meu “Bem haja”. Um bom Natal em Paz, Amor e Harmonia.

    • Muito obrigada Jaime!
      Desejos de um Feliz Natal!

  4. esqueci-me de assinar o comentário
    Olinda Rodrigues
    Educadora de Infância

  5. Dra Etelvina está lindo
    O texto está maravilhoso fazendo transparecer toda a magia e entusiamo das crianças
    Há um pequeno lapso A equipa de trabalho ou seja os adultos presentes são:duas Educadoras e duas Assistentes Operacionais
    um grande abraço
    bem haja pela sua surpresa

    • Olinda,
      Eu é que agradeço o momento que me proporcionaram!
      A iniciativa que partiu da equipa (corrigirei os dados sobre os elementos da equipa) resultou maravilhosamente, parabéns a todas!
      A magia foi a das crianças, os seus olhares falavam mais alto que as suas vozes…
      Em breve colocarei os vídeos e acrescentarei mais fotografias e, tal como prometi, enviarei um CD para a vossa escola.
      Votos de Feliz Natal!
      Com carinho.

      Etelvina Almeida

      • Dra Etelvina
        tem sido um sucesso esta iniciativa, nem imagina o feed back
        o nosso Jardim de Infância estará sempre aberto à sua visita
        uma amiga vai fazer postais de natal com a foto do Pai Natal na Ria ( julgo que pode usar a foto)
        Bom Natal

      • Olá Olinda,

        Pode tratar-me por Etelvina.
        Fico agradecida pelo amável convite. Passarei pelo Jardim de Infância no início do ano.
        E podem usar a fotografia para os postais de Natal, para mim será um prazer!
        Desejo umas boas festas a todas as crianças e equipa de trabalho do Jardim de Infância.
        Abraços,
        Etelvina

  6. sempre atenta menina da ria. feliz natal para todos os teus. seja 2011 o ano da rtua consagração e eu possa assistir.

    beijos e abraços que a todos juntem

    • Sempre amável e com uma palavra amiga e encorajadora.
      Gosto de te ter por perto, obrigada amigo!
      Feliz Natal António!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: